Johnny Friedlaender

Professor, pintor, desenhista, gravador.

Friedlaender (1912 - 1992) grande artista do século XX, teve seus trabalhos expostos na Alemanha, França, Itália, Japão, Estados Unidos, Brasil, dentre outros.

Foi pioneiro na técnica da água forte, e ficou conhecido como patrono de diversos e importantes artistas que foram estudar em seu ateliê em Paris.

Após passar alguns anos em campos de concentração no regime nazista, refugiou-se em Paris, em busca de asilo político. Em 1950 conquistou o título de cidadão francês.

Em 1957 recebeu o prêmio na Bienal Kakamura em Tokyo, e, em 1957, foi premiado como professor pela UNESCO no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.